Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




NO DIA DOS NAMORADOS...

por Francisco Galego, em 14.02.16

Reparei agora que, o dia de hoje, 14 de Fevereiro, domingo, estava, no calendário do "almanaque", indicado como "O Dia de S. Valentim" e "Dia dos Afectos e dos Namorados". Estranhei que esta designação de "Dia dos Afectos", embora seja uma dedicação tão delicada e tão simpática, seja tão escamoteada que eu nem sabia da sua existência. 

Porém, pensando melhor, sendo o que o objectivo predominante é nitidamente comercial, torna-se mais natural que, em vez dos afectos, se pense mais em presentes, lembranças, prendas e ofertas. E, é em volta disso que tanto se comemora e que tanto as montras dos comércios se ornamentam com uma extraordinária panóplia de objectos alusivos a esta comemoração.

 Embora se trate de coisas completamente distintintas, pois este "Dia dos Namorados", não tem qualquer intenção de carácter humanitário, reparei, também agora que, o  passado dia 27 de Janeiro, fora consagrado à memória das vitimas do holocausto. Verdade seja, que nem se deu por ela. Silêncio total, mesmo nos orgãos de comunicação social.

Estranha comemoração neste tempo em que novo holocausto está a acontecer no Próximo Oriente, perante uma atitude algo agressiva de uma parte dos países desta Europa que gosta de se considerar como luzeiro da civilização europeia, ocidental e cristã. Custa aceitar que isto aconteça dentro das fronteiras da tão proclamada União Europeia.

Os argumentos de que não se pode acolher esta massa descontrolada de imigrantes, para preservar a segurança e a estabilidade das populações dos nossos países, quase chegam a ser convincentes. Mas, torna-se arrepiante quando, analisando melhor, constatamos que, na sua grande maioria, se trata de grupos de homens, mulheres, velhos e crianças em fuga dos seus países completamente destruídos por uma guerra que coloca em extremo risco as suas condições de vida e a sua sobrevivência.

Visto o problema segundo esta perspectiva, não estarão estas pessoas a tentar escapar a um novo holocausto?

E nada fazer para lhes acudir não poderá  abrir caminho para que o mal alastre e se possam chegar a colocar em risco as nossas próprias vidas?

Talvez fosse aconselhável pensarmos que, quando o fogo arde na casa do nosso vizinho, manda a prudência que vamos acudir-lhe, para que o fogo não se propague à nossa própria casa. Porque, pode acontecer que, nessa altura, não tenhamos também ninguém que nos venha acudir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:15


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D