Sábado, 22 de Setembro de 2018

Vento que passas, leva-me contigo.


Sou poeira também, folha de outono.


Rês tresmalhada que não quer abrigo


No calor do redil de nenhum dono.


Leva-me, e livre deixa-me cair


No deserto de todas as lembranças,


Onde eu possa dormir


Como no limbo dormem as crianças.

 

MIGUEL TORGA

 

 

 



publicado por Francisco Galego às 11:53
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Setembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
11
12
13
14

16
17
18
19
21

23
24
26
27
28
29



arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO