Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




HÁ 150 ANOS

por Francisco Galego, em 17.10.14

 

No tempo em que os cidadãos escreviam aos ministros.

 

Carta ao senhor ministro das obras públicas

 

            (…) Da urbanidade de V. Ex.ª tenho eu gratas recordações; da solicitude de V. Ex.ª pelas coisas públicas, todos os portugueses podem dar testemunho.

Entre Elvas e Campo Maior Há anos se constrói uma estrada ordinária, cuja conveniência é incontestavelmente reconhecida.

O segundo lanço dessa estrada, desde o Caia ao alto das Espadas, foi construído por arrematação e abandonado pelo empreiteiro antes da sua conclusão. Já corre para dois anos que tal facto teve lugar e parece que as questões emergentes desse acontecimento, previsto por todos, não têm sido resolvidas até ao presente.

Eu não sei, Sr. Ministro, se há motivos ponderosos que justifiquem a demora que tem havido em resolver este negócio. Mas sei que o lanço em questão não está viável e que a estrada em questão diminui de superfície todos os dias, pelo completo abandono que existe e que importantes obras de arte ameaçam próxima ruína, que os precipícios, barrancos e rupturas, feitos pelas águas e pelo atrito dos carros, põem em perigo a vida dos transeuntes. Que quanto mais se demorar uma resolução qualquer, maior dispêndio resultará à fazenda pública. Finamente que, se chegar o Inverno sem que a dita estrada tenha sido consertada, ou antes renovada, a comunicação de Campo Maior com a via-férrea da fronteira e com muitas povoações importantes, ficará interrompida com graves prejuízos locais.

 

(João Dubraz)

Campo Maior, 8 de Julho de 1864

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:31



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D