Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



O Conceito de Eurocidade e a rede europeia de Eurocidades

Inicialmente o conceito era referido ao protagonismo que algumas cidades alcançavam pela sua dimensão económica, populacional, pela função administrativa, ou mesmo pela sua estratégica localização.

Hoje, aponta para os agrupamentos de cidades que, pela localização fronteiriça e pela  proximidade entre elas e que, embora de reduzida dimensão, se caracterizam pela semelhança ou complementaridade de recursos e de aspirações, tendo propiciado o desenvolvimento de um número considerável de projectos de cooperação transfronteiriça, compatível com a sua condição de membros da U.E.  

Objectivamente trata-se de projectos de constituição de sistemas urbanos plurinucleares, em rede, para a entreajuda na solução de problemas sociais, económicos, políticos ou mesmo socioculturais, visando a optimização dos meios, recursos e conhecimentos para que, agindo em complementarridade no uso das suas capacidades, esbaterem as dificuldades e resolverem os seus problemas.

São objecto das acções da Eurocidade: os equipamentos urbanos; a energia; os transportes e comunicações; a educação; o ensino e a formação profissional; o património, a cultura e as ciências; os tempos livres e os desportos; a saúde; a acção social; a habitação; a protecção civil; o ambiente e o saneamento básico; a defesa do consumidor; o ordenamento do território e o urbanismo; a polícia municipal; a cooperação externa.

A agenda do arranque da “Eurocidade Elvas-Badajoz-Campo Maior”, deve seguir um desenho estratégico que consiste num diagnóstico e reflexão conjunta multissectorial que analisa os problemas, as potencialidades, oportunidades e define os instrumentos de planeamento e ordenamento futuro do território.

Todos estes processos devem ser impulsionados e participados pelos governos centrais de Portugal e Espanha e por equipas de acessoria que, - numa estratégia de cooperação e complementaridade -, integrem, além de especialistas e técnicos, agentes económicos e sociais.

Depois desta fase de planeamento estratégico, terá de ser criado um Observatório da Eurocidade que acompanhe e monotorize a concretização das propostas estratégicas no plano da acção. Este Observatório Transfronteiriço visa melhorar  e desenvolver a cooperação entre os diversos actores e agentes, tanto públicos como privados, na concretização do desenvolvimento dos projectos a realizar.

Haverá também que constituir uma estrutura de governabilidade que deve incluir representantes das administrações nacionais, regionais e locais, bem como das universidades e dos agentes económicos e sociais.

É fundamental a permanente monotorização do processo de construção e de acção da Eurocidade, como garantia de sucesso dos projectos fronteiriços a desenvolver no futuro.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:05


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D