Sábado, 19 de Maio de 2018

 

 

De tudo o que sou

 

Só sei o que vou sendo

 

No passado fui aquilo em que me tornara

 

No presente sou aquilo em que me tornei

 

No futuro serei aquilo em que me irei tornando

 

Depois quando já não houver nem presente nem futuro

 

Serei apenas uma memória que se irá desvanecendo

 

Até deixar de ser

 

Quando já nem houver memória de quem fui

 

 



publicado por Francisco Galego às 11:15
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Maio 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

14
15
16
17
18

20
21
22
23
25
26

28
29
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO