Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O QUE DIZEM OS DOCUMENTOS XVI

por Francisco Galego, em 07.04.11

As Festas só regressaram em 1934. A gente que agora as promovia, pertencia a uma nova geração, com nova mentalidade e perfilhando diferente ideologia. Começaram por promover as festividades anuais de carácter religioso, como o São Joãozinho, dando-lhes um carácter caritativo, pois eram organizadas com o objectivo de recolher fundos de apoio às obras sociais da Misericórdia. Finalmente, abalançaram-se a realizar as Festas do Povo. Na comissão que as levou a efeito constam os nomes de jovens afectos ao novo regime político, sendo alguns deles elementos activos da Legião Portuguesa.

 

 

Jornal da Situação, Portalegre, Nº 31-32, 2 de Setembro de 1934

 

Campo Maior – a Leal e Valorosa


   Começam hoje nesta histórica, risonha e progressiva vila alentejana, as tradicionais Festas do Povo que, se a memória não me falha, já não se realizavam desde 1927.

   Festas verdadeiramente interessantes e originais, cheias de cor e movimento, de graça e beleza, elas foram e serão sempre o motivo para que a população da vila dê, durante os dias festivos, largas à sua mocidade e à sua alegria.

   Têm nome no nosso distrito e até fora dele, as Festas do Povo de Campo Maior, cujas ruas e largos são transformados como por encanto em verdejantes jardins, graças às mãos virtuosas e hábeis das minhas gentis patrícias que fazem prodígios para apresentarem trabalhos que são verdadeiros mimos de graça e arte.

   Quanto trabalho, quanta luta, quanta canseira despende o povo da minha terra, para a engrinaldar, patenteando-a bonita, linda, muito branca e asseada, toda luz e encanto! (…)

 

   (…) Impõe-se ainda Campo Maior como sendo uma terra farta e rica, pelas suas produções de saborosos vinhos, magníficos trigos e azeites finíssimos.

   Sendo uma terra essencialmente agrícola, é, no entanto, de grande importância na indústria da moagem e panificação, lagares de azeite dos mais modernos e aperfeiçoados, fabricação de potes em barro para vinho e ainda nas finíssimas e saborosas conservas do Serafim da Conceição, já conhecidas e apreciadas em Portugal como no Brasil. (…)

                          Portalegre, na última semana de Agosto,

                                                                                     Lavadinho Mourato


 


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:25


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D