Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O QUE DIZEM OS DOCUMENTOS XII

por Francisco Galego, em 24.03.11

 

O O Notícias de Campo Maior, 30 de Outubro de 1927

 

AS FESTAS DO POVO


   Como se esperava, as festas realizadas nos dias 12 a 14 do mês findo, tiveram um brilho e um entusiasmo excepcional.

   Pode afoitamente afirmar-se que, as festas deste ano com as de 1923 e as de 1911 [1909], foram as melhores até hoje levadas a efeito em Campo Maior.

   Os milhares de forasteiros que nos visitaram, vindos de Elvas, Arronches, Santa Eulália, Portalegre, Évora, Lisboa e outras terras do País e que foram recebidos galhardamente por esta hospitaleira terra, retiraram encantados, imensamente satisfeitos e com o desejo de voltarem no próximo ano, porque das festas levaram as mais gratas recordações.

   A Comissão de Festas viu os seus esforços coroados do melhor êxito, tendo cumprido briosamente o programa anunciado, granjeando por isso os maiores elogios de toda a população, que teve quatro dias de festa rija, divertindo-se, gozando, folgando entusiasticamente.

   Pode dizer-se pois, que as festas representaram um grande triunfo, atraindo enorme afluência de forasteiros e conquistando para Campo Maior novos louros, para o que muito contribuiu também a cooperação desinteressada das entidades oficiais, da Agricultura, do Comércio, da Indústria e das classes operárias.

   Também a activa propaganda da imprensa muito contribuiu para o êxito das festas.

   Devemos destacar ‘O Século’, que fez delas desenvolvida reportagem, merecendo aplauso de todos os campomaiorenses e constituindo uma honra para Campo Maior.

   O nosso periódico fez quanto pode e preza-se de ter sabido cumprir o seu dever.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:49


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D