Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O QUE DIZEM OS DOCUMENTOS II

por Francisco Galego, em 08.02.11

Diário d’Elvas, Ano I, nº 80, 3ª feira, 3 de Outubro de 1893

Aparecem dois anúncios na página 3, um de uma empresa de transportes, outro do proprietário de um restaurante de Elvas que vai estabelecer-se durante as festas em Campo Maior. Estes anúncios são publicados pelo jornal nos cinco dias que antecederam as Festas.

 

Festas em Campo Maior

Um grupo de artistas briosos e incansáveis em engrandecer a terra de sua naturalidade, promove nos dias 7, 8, 9 e 10 do corrente, grandes festejos na vila de Campo Maior. Já tinha justa fama a festa denominada dos “contrabandistas”, pois a que agora se vai realizar será em tudo superior, para isso se empenham os seus promotores e pelo que se vê nos preparativos vai Campo Maior mostrar que dispõe de elementos em boa vontade e riqueza.

No intuito de auxiliarmos tão louvável empreendimento estabeleceremos para lá nesses dias carreiras de “char-à-bancs”,* ao preço de 500 réis ida e volta, partindo de Elvas às 8 e meia horas da manhã com regresso às 11 horas da noite.

As pessoas que desejarem aproveitar pedimos que nos previnam com a possível antecedência.

Mendes & C.ª

 

Festas em Campo Maior

Restaurant

Rua da Mouraria, 9

(Bandeira à porta)

Garriffo, gerente do Hotel Italiano em Elvas, vai estabelecer na vila de Campo Maior um restaurante, durante os dias de festa que ali se devem celebrar.

A inauguração terá lugar na próxima sexta-feira, 6 do corrente, pelas 8 horas da noite.

Haverá a qualquer hora canja de galinha e grande variedade de pitéus de finíssimo sabor, bons vinhos e grande sortimento de pastelaria de nata e carnes.

Por estes documentos podemos concluir que:

- É errada qualquer identificação entre a Festa dos Contrabandistas, que se realizava pelo São João e consistia numa procissão desde a vila até São Joãozinho, seguida de arraial (esta festa foi muito bem descrita pelo escritor campomaiorense Lourenço Caiola) e as Festas em Honra de São João Baptista, mais tarde designadas por Festsa do Povo;

- Já no século XIX as Festas atraíam tantos forasteiros que as empresas de transportes e de restauração da cidade de Elvas se organizavam para servir as gentes que se deslocavam a Campo Maior.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:28



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D