Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CAI NEVE EM CAMPO MAIOR

por Francisco Galego, em 10.01.10

São 14:35:

Há bem, mais de uma hora que cai neve. Não pouca e em pequenos farrapos esparsos. Mas neve em abundância que se vai acumulando em camada espessa, cobrindo tudo de um manto branco.

Nunca tinha visto a vila assim. Tenho uma vaga ideia de, sendo muito pequeno, ter brincado com neve. Meu pai fez para mim um boneco. Mas é uma lembrança tão afastada que não a consigo definir com clareza.

Ver, clara e conscientemente visto, é a primeira vez que estou a ver neve a cair sobre Campo Maior. O meu terraço está coberto desta brancura fria que sinto e observo aqui pela primeira vez.

Saí para a rua. Fui até ao Jardim. O espectáculo foi inesperado. Outros pais e outros filhos faziam como eu, de maneira difusa, acho que fiz com o meu pai. Atiravam pequenas bolas de neve uns aos outros; um dos grupos tentava construir um boneco.

Continua a nevar enquanto escrevo. O fenómeno persiste e parece não estar para parar tão depressa. Os vizinhos espreitam tão admirados e deliciados como eu.

Ainda que o não queira, vem-me constantemente à memória aquela balada terna que hoje considero excessiva de tanta pieguice, mas que me deliciava quando a aprendi de cór na minha instrução primária:

 

Batem leve, levemente,

Como quem chama por mim ...

....

Afinal a neve não bate assim, como dizia o poeta. A neve produz este espantoso espectáculo que é vê-la cair.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:37


2 comentários

De Kruzes Kanhoto a 12.01.2010 às 22:32

Começa a ser um hábito nevar no Alentejo...

De Anónimo a 17.01.2010 às 08:10

Ex.º Senhor:
Respondendo ao convite feito pelo anterior Presidente da Câmara que alardeou ter feito as melhores piscinas num raio de 200 km, passei pelas piscinas cobertas de Campo Maior com o pressentimento de que ia haver problemas para entrar.

Ora foi-me dito que as piscinas, inauguradas com "pompa e circunstância" há 7 meses, estavam fechadas ao público, funcionando actualmente com horário de função pública e fechando nos fins-de-semana.

A razão invocada para o proibição de entrada do público foi uma "vistoria" que tem que ser efectuada.

Isto não é possível apesar de vivermos em Portugal. A única razão plausível que encontro para que o público seja impedido de entrar é alguma má-vontade em relação a quem fez as piscinas.

Sete meses à espera de uma vistoria é um absurdo total (para não lhe chamar outra coisa), mesmo vivendo nós em Portugal.

A mão de obra das Câmaras é gratuita através dos programas de emprego público.
O povo de Campo Maior deve exigir as piscinas abertas já, em horário alargado e ao fim-de-semana.

Um abraço a todos os Campomaiorenses de um elvense amigo!

PS: Aos políticos não lhes podemos dar descanso, exijamos poder disfrutar daquilo que é de todos!

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D