Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




MAS, AFINAL QUE SÃO AS SAIAS? ( II )

por Francisco Galego, em 19.02.14

“As saias são modas coreográficas do Alto Alentejo. Cantam-se ao despique durante as fainas agrícolas (apanha da azeitona, p. ex.) ou cantam-se e dançam-se no dia de S. João, em que aparecem as Saias novas, ou em festas colectivas, a exemplo das Festas do Povo, de Campo Maior.

         Acompanham-se com uma pandeireta, que executa agilmente o ritmo e conduz a dança; uma voz feminina entoa o canto, de que nada de particular se pode assinalar do ponto de vista melódico.

         As saias de Campo Maior denunciam, no dizer de F. Lopes Graça, ‘ com as suas coplas e o seu acompanhamento instrumental, do tipo de seguidilha, […] uma marcada influência espanhola.’ ”

( Michel Giacometti e Fernando Lopes Graça – “Cancioneiro popular português”, p. 324)

 

 “SAIAS – A moda das saias é uma dança popular bailada principalmente pela gente do Alto Alentejo mas também bailada em algumas regiões do Ribatejo, da Beira Baixa, da Beira Litoral, da Estremadura, da Beira Alta e do Douro Litoral, Contudo, repetimos, é mais característica do Alto Alentejo e das terras interiores da Beira litoral e do Ribatejo – precisamente daquela região que outrora pertenceu à Estremadura (Tomar, Pombal, Ansião, Figueiró dos Vinhos, Chão de Couce, Avelar, etc.). é uma dança sincopada e, às vezes, com marcador.

         O ritmo típico das saias é o binário; no Alto Alentejo o binário composto (6/8); no Douro Litoral, as saias têm um ritmo nortenho – binário simples (2/4).

         Há quem pretenda aparentar as saias com a dança espanhola da Andaluzia conhecida pelo nome de “saeta”, porém nada de comum parecem ter, pois as saias são uma dança profana, de divertimento, ao passo que a “saeta” é uma dança acompanhada de canto litúrgico e só bailada como ritual das procissões.

         A moda das saias tem vários aspectos, por isso há várias modalidades de saias:

         a)  Velhas – As antigas, em forma de valsa-mazurca;
         b)  Novas – As actuais, em forma de valsa campestre;

c)  Aiadas – Aquelas em que o marcador grita um “ai” no estribilho, a indicar a volta;

d) Puladinhas   (ou Pulado);

e) Com estribilho

 

As saias são modas acompanhadas de canto. Por isso, as saias são só para cantar ou para cantar e bailar. Quando cantadas possuem uma letra sem requebro. Quando só cantadas, durante o trabalho, as saias estão para a gente do Alto Alentejo como o tope está para a gente do Baixo Alentejo.

Nas saias, os estilos e modas (a música) bem como os pontos (a letra) são volantes e os seus ritmos, às vezes, variam, chegando a haver, na mesma região, várias saias de estilo e moda diferentes; algumas vezes, o mesmo ponto serve vários estilos, mas o mais vulgar é o mesmo estilo ser cantado com vários pontos.

Já no século XVII se dançavam as saias e parece que, então, elas se bailavam um pouco à maneira andaluza; tal modalidade arcaica ainda hoje se encontra em Escalos-de-Baixo.

É no Alto Alentejo, bailadas ao som de pandeiro e, às vezes, de pandeiro e adufe, que as saias são mais castiças.

(Tomaz Ribas – Danças do Povo Português, Ministério da Educação Nacional, Lisboa, 1ª ed. , 1961, pp.100-101)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:32


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2007
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D