Sábado, 20 de Dezembro de 2014

O INÍCIO DA JUVENTUDE

 

1954 – Agora havia que sair. Só num liceu poderia continuar a minha vida escolar. A família ponderou prós e contras, avaliou recursos e despesas e decidiu mandar-me para Évora. Meu pai assim escolheu por aí viver uma sua prima que devia cuidar de mim. Não o fez com a devida atenção e sem os cuidados mínimos que os meus treze anos exigiam. As coisas não correram bem e, o aluno brilhante que tinha sido, criou hábitos de vadiagem fazendo que a minha vida escolar passasse a ser um difícil equilíbrio sempre à beira de uma reprovação que a custo fui evitando com grandes esforços no fim dos anos, para evitar a terrível fúria paterna que me esperava no regresso a Campo Maior.

Ainda andei por outras hospedagens quando a prima teve de sair inopinadamente de Évora devido a castigo aplicado ao seu marido, um guarda da PSP, bom homem mas demasiado atreito a excessos alcoólicos incompatíveis com os seus deveres policiais.



publicado por Francisco Galego às 08:39
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Dezembro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
18
19

21
22
23
24
26
27

28
29
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO