Quinta-feira, 14 de Abril de 2016

 

 O primeiro coreto de Campo Maior, foi construído totalmente em madeira, na transição do séc. XIX para o séc. XX. Foi instalado no local onde anteriormente estivera localizado o Pelourinho.

A actual Praça da República, que então se chamava Praça D. Luís, mas que o povo designava como Praça Nova, tornara-se a centro da vila  substituindo nessa função o antigo Largo Barão de Barcelinhos, vulgamente designado por Terreiro. Os mercados que aí se realizavam passaram para a Praça que se tornou também o espaço em que se realizavam as feiras, estendendo-se estas pelas ruas de S. Pedro (actual Major Talaya) e Canada (actual 13 de Dezembro), As feiras foram depois transferidas para a Avenida. 

Numa época em que a vila estava ainda cercada pela barreira fechada das suas muralhas, a Praça, era também o espaço de passeio público onde as senhoras se passeavam à noite quando o estado do tempo o permitia. O coreto foi aí instalado para animar o passeio público nos dias festivos. Campo Maior chegou a ter duas bandas filamónicas, entre as quais existia uma grande rivalidade, pois estavanm ligadas às opções políticas dos seus habitantes.

Esse coreto de madeira foi transferido para o seu actual local quando foi construida a Avenida, mas foi-lhe constuida uma nova base em alvenaria. Mais tarde, o mestre Ilídio, um dos grandes "mestres  ferreiros",  que então existiam em Campo Maior, construiu-lhe a cobertura em ferro forjado que foi destruida para, em seu lugar ser colocado o actual coreto.

 

CORETO.jpg

 

CORETO II.jpg

 



publicado por Francisco Galego às 00:04
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

18
19
21
22

25
26
27
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO