Sábado, 18 de Julho de 2015

Ocupo-me agora em preparar dois livros sobre João Dubraz, escritor nascido e sepultado em Campo Maior, tendo aqui vivido entre 1818 e 1895.

São dele as palavras que a seguir transcrevo e que copiei de uma obra que ele publicou em 1869:

 

Eu sou socialista, confesso-o sem esforço e denuncio-o com ingenuidade. Sou, porém, socialista de tal classe que, só perversos me podem condenar. O meu socialismo, simples e positivo, não tem névoas, nem lacunas. Respeita os bens alheios, dá e não tira, socorre sem aviltar e auxilia de modo a não corromper. Difere muito este socialismo do vulgar, do de escola, do condenado pelas ciências económicas e até difere da habitual definição.

O meu socialismo que somente significa reforma humanitária, das sociedades nacionais, é o método prático de tornar efectivo o princípio: “O homem tem direito à vida”. Consiste em implantar instituições públicas contra a fome, em obviar quanto possível ao suicídio, em acudir aos enfermos, em preservar o homem do crime, a mulher da devassidão, a juventude da ignorância e corrupção precoce, por meio de uma sabia previdência que se ocupe em evitar os crimes afastando-lhes as causas (…) Inspirando-se no trabalho, esse agente incansável abre caminhos largos à actividade, adversário da cupidez, combatendo com fervor as tendências para o egoísmo que esterilizam tudo o que é fecundo, nobre e grande.

Finalmente, o meu santo socialismo, aperta e multiplica todos os laços da fraternidade humana por leis justas e previdentes, sem menosprezar o princípio da associação que é utilíssimo tanto aos costumes, como aos interesses económicos, pois não se ocupa em dividir a terra em conventos sociais, nem em fazer dos operários os frades da civilização moderna. Assenta em bases tais, tão sensatas, tão destituídas de perigo, tão conformes com o direito, que é consentâneo com qualquer forma de governo, embora mais praticável se aliado com a democracia pura.

 



publicado por Francisco Galego às 11:48
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Julho 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
15
16
17

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO