Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2016

O meu “Almanaque” indica que ontem, dia final do Entrudo, se iniciou o ano 4. 653 da era chinesa, começando o Ano do Macaco.

Eu não gosto, nem nunca gostei, do Carnaval. Talvez isso esteja relacionado com a recordação de alguns aspectos bastante violentos de que se revistia o Carnaval, no tempo em que eu era criança. As manifestações exibicionistas de excessos, atitudes desregradas e abusivas, ultrapassando muitas vezes os limites da contenção e da decência, nunca tiveram a minha adesão e muito menos a minha simpatia. Mas, obrigo-me a não censurar, nem reprimir os comportamentos de quem gosta de participar nas manifestações realizadas ao abrigo desta tradição.

Claro que, como muitas outras manifestações festivas, o Carnaval está hoje super comercializado, assumindo níveis elevados os grandes gastos com os eventos que se enquadram na sua celebração. Vivendo nós, cada vez mais na tendência hedonista que predomina nas épocas de crise civilizacional, natural se torna esta crescente importância da sua realização.

Mas, confesso que me sinto aliviado por ter acabado mais um Entrudo, como se chamava ao Carnaval  quando eu era criança.



publicado por Francisco Galego às 08:05
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Fevereiro 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

15
17
18
19

21
24
25
26

28
29


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO