Quarta-feira, 19 de Março de 2014

Quadras recolhidas por José Leite de Vasconcelos no seu “Cancioneiro Popular Português”

 

 

Ó belo Campo Maior,

 

Com janelas à francesa;

 

Cantas bem, balhas[1] melhor,

 

Cantigas à camponesa

 

 

 

Ó belo Campo Maior,

 

Distrito de Portalegre;

 

No dia que te não vejo,

 

Já não posso andar alegre.

 

 

 

Raparigas alentejanas,

 

Eu sou de Campo Maior;

 

Tenho a minha fala presa,

 

Não posso cantar melhor.

 

 

 

Vou-me a cantar uma cantiga,

 

Já não canto senão esta;

 

Que o que é pouco bem fica,

 

O que é demais não presta.

 

 

 

Vou-me a dar a despedida,

 

Por hoje não canto mais;

 

Já tenho a garganta seca,

 

Já me doem os queixais.

 



[1] “Balhas” = bailas

 



publicado por Francisco Galego às 09:22
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Março 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
20
21
22

23
24
25
27
28
29

30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO