Sexta-feira, 08 de Abril de 2016

Fonte:  Estêvão da Gama de Moura e Azevedo: Notícias da Antiguidade, Aumento e Estado Presente da Vila de Campo Maior (...). Org. Rui Vieira: Ed. Câmara Municipal de Campo Maior, 1993.

 

       Esta fortificação principiou com El-Rei D. João IV e foi continuada com a rainha D. Luísa, El-Rei D. Afonso VI; El-Rei D. Pedro II e El-Rei D. João V.

Mas, sem embargo de não estar acabado e ter muitas imperfeições, resistiu ao sítio que lhe puseram os castelhanos em 27 de Setembro de 1712.

 

Vila fortificada ao moderno

Uma das praças principais das fronteiras

 

Baluartes:

 

                   - de S. João

                             Dito "A Cavaleiro"

                   - de Santa Cruz

                             Entre eles o fosso está o Lago, cheio de água que recebe

                             dos ribeiros da Fonte Nova e do Laguinho;

                             conserva-se todo o ano com abundância de água;

                             tem muita tenca e excelentes pardelhas.

                             Entre eles uma cortina muito grande

 

                   - do Curral dos Coelhos

                            É um meio baluarte.

                   - de Lisboa

                            Entre eles a porta da vila (Porta de Santa Maria)

 

                   - de São Sebastião

                  Em 1641, Mathias de Albuquerque, Governador da Província,

                  mandou fazer   o baluarte de S. Sebastião, de terra e faxina

                  e era Capitão Mor Gomes Freire de Andrade.

 

                   - da Boa Vista

 

                   - de Santa Rosa

                            É um meio baluarte que está em reconstrução.

 

                   - de São Francisco

 

                   - da Fonte do Concelho

 

                   - do Picha Torta, dito do Príncipe.

                       A que se segue uma cortina com  a qual se fecha   a fortaleza

                      no Baluarte de S. João  e nela está a porta principal

                      a  Porta de São Pedro.

           

            Seis revelins

 

             Três Fortes:

                    - o de São João (da parte do Nascente)

                    - o do Cachimbo (da parte do Meio-dia)

                    - o do Lago (do lado Poente, no meio do Lago)

          



publicado por Francisco Galego às 00:05
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Abril 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
15
16

18
19
21
22

25
26
27
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO