Segunda-feira, 26 de Dezembro de 2011

No segundo caso, temos um desafio entre um homem e uma mulher e os olhos constituem o motivo principal dos versos produzidos:

 

- Canta lá, ó mulher canta

E não consintas tristeza;

Afina-me essa garganta

E faz ver que és camponesa.

 

- Não canto por bem cantar,

Nem por boa fala ter;

Só canto p’ra alegrar olhos

A quem me não puder ver.

 

- Os teus olhos não são olhos,

São capelas de veludo;

Quem me dera já lograr,

Olhos, capelas e tudo.

 

- Abre os olhos, deixa ver

Por baixo dessas pestanas,

Que eu quero reconhecer

As luzes com que me enganas.

- Os teus olhos é que são

Causadores do meu desdém;

Não me deixam apanhar

Amizade a mais ninguém.

 

- Os teus olhos juvenis

Parecem duas auroras:

Dão-me luz quando sorris,

Pérolas de oiro quando choras.

 

- Da folha do alecrim,

De linda até se faz cruz;

Mais lindos são os teus olhos,

Que até de noite dão luz.

 

- Dizes que não pode haver

Olhos mais belos que os teus.

Põe a mão na consciência

E olha p’ra estes meus.

                                                       

- Não olhes p’ra mim, não olhes,

Que eu não sou o teu amor.

Eu não sou como a figueira

Que dá fruto sem ter flor.

                                                       

- Gosto muito dos teus olhos,

Gosto muito mais dos meus;

Se não fossem os meus olhos,

Não podia ver os teus.

 

- Os teus olhos das estrelas,

Pouca diferença farão;

Os teus olhos são dourados,

As estrelas d’ouro são.

                                                       

- Se tens beleza na alma,

Os teus olhos são leais,

Muito embora haja quem diga

Que os castanhos valem mais.

 

 

- Azuis, verdes ou castanhos,

Que importância tem a cor?

Os teus olhos só são belos

Se neles existe amor.

 

- Parece-me ser bem justa

Essa tua opinião:

Nada tem a cor dos olhos,

A ver com o coração.

 





publicado por Francisco Galego às 18:20
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Dezembro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
17

18
19
20
22
23
24

25
27
28
29
30


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO