Sábado, 25 de Julho de 2009

 

Se defendo a aposta nas novas gerações é porque, além de ter convivido com elas durante quase toda a minha vida, entendo que é nos mais jovens que devemos procurar lançar os alicerces de projectos que gostaríamos que perdurassem no tempo. Afinal são eles que cá estarão no futuro próximo.
Muitos são os que pensam que não vale a pena apostar nos jovens porque estes não se interessam por nada que mereça ser devidamente considerado. Com o devido respeito, permitam-me afirmar que não há nada mais errado do que assim pensar.
Nas novas gerações há certamente atitudes de desvario que merecem ser censuradas. Ninguém de bom e perfeito juízo será capaz de negar tal evidência. Mas, provavelmente foi assim em todos os tempos. Eu que, por lidar desde há muito com o conhecimento do passado fui descobrindo os problemas que existiam noutros tempos, tenho uma opinião bastante diferente. Quanto mais recuamos no tempo, mais nos apercebemos que maiores eram os problemas e menores eram os recursos para os resolver. Os mais velhos tendem a pensar que no seu tempo é que era bom! Será que era mesmo ou será que já se esqueceram de como era na realidade o tempo antigo em que viveram?

tags:

publicado por Francisco Galego às 20:04
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Julho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24

26
27
28
29
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO