Domingo, 13 de Janeiro de 2008
D. SANCHO II          
1226 - O foral de concedido a Marvão por D. Sancho II em 1226, refere Campo Maior como terra não incluída no termo daquele concelho sem esclarecer se é terra muçulmana ou cristã.
1230 - Conquista de Elvas e Juromenha; Badajoz só foi definitivamente
incorporada no Reino de Leão em 1230 porAfonso IX, que conquista também
Mérida.
A conquista definitiva de Campo Maior aos mouros, que era aldeia do concelho de Badajoz, deve ter acontecido entre 1230, data da conquista de Badajoz, e 1255 data do primeiro documento, relatório do primeiro sínodo do bispado de Badajoz, que comprova com exactidão que Campo Maior e Ouguela pertencem ao Reino de Leão e ao termo de Badajoz. A 28 de Maio de 1255, dois meses depois do sínodo, os homens-bons de Badajoz, a pedido de Afonso X de Leão, doaram Ouguela, Campo Maior, Alvalade em Vale de Solas, a D. Frei Pedro Peres, ao cabido e ao primeiro bispo de Badajoz. Esta doação foi confirmada dois anos depois por Afonso X em carta de doação datada de 1257. (Rui Vieira, 1985)
 
D. AFONSO III
1255 - No estado actual da investigação, só a partir de 1255 se pode começar a fazer a História de Campo Maior.
1260 - Em 31 de Maio de 1260 o bispo D. Frei Pedro Peres e o cabido de Badajoz, concedem “Fuero” aos moradores de Campo Maior. Este documento significa a promoção de facto do estatuto da povoação que assim era elevada à condição de vila, com certa autonomia económica, judicial e administrativa. Neste documento refere-se a existência na vila de mercadores cristãos, judeus e mouros. Entre as mercadorias mencionadas constam os cativos mouros que se vendiam como escravos.
1264 - Por carta de 30 de Abril de 1264, o cabido de Badajoz concedeu ao novo bispo, D. Frei Lorenzo, a metade de Ouguela e de Campo Maior que lhes coubera na doação de 1255, em concordância com a tendência para a concentração do poder senhorial que caracteriza esta época. A partir daqui o senhorio de Campo Maior estava nas mãos do bispo, o qual em carta de 30 de Março de 1269, faz a confirmação do foral. Nessa carta se refere que este bispo se deslocou a Campo Maior e ao seu castelo para confirmar o foral tendo feito os ajustes necessários. O novo bispo fez crescer de tal modo a sua autoridade que Afonso X teve de intervir para a moderar os exagerados poderes de que aquele se apropriara. Em 25 de Junho de 1270 o rei determinou que, em Campo Maior e Ouguela, fossem os juízes de Badajoz e não o bispo a exercerem o poder judicial, ordem que não terá sido bem acatada pois que e 5 de Maio de 1285 o rei Sancho IV de Leão e Castela teve de voltar a intervir confirmando a carta de seu pai Afonso X, ordenando que o bispo deixe de exercer funções judiciais.
 
 


publicado por Francisco Galego às 19:07
Aqui se transcrevem textos, documentos e notícias que se referem à vida em Campo Maior ao longo dos tempos
mais sobre mim
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
30
31


arquivos
pesquisar neste blog
 
Visitas
blogs SAPO